Instituto Veredas | Brasília | Brasil | 2019

  • Branca Ícone Instagram
  • Facebook - White Circle
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone LinkedIn
Please reload

Posts Recentes

Veredas encerra 2019 com lançamento de publicação sobre Inclusão produtiva no Brasil

29 Nov 2019

 

 

Em parceria com o Instituto Veredas, a Fundação Arymax e o Fundo Pranay apresentam estudo pioneiro sobre o tema de Inclusão Produtiva em nosso país. O material busca oferecer um entendimento mais profundo sobre o tema no Brasil, apresentando caminhos e soluções possíveis para fomentar o trabalho de diversos agentes que atuam para reduzir a exclusão social por meio da geração de oportunidades de trabalho e renda para pessoas em situação de vulnerabilidade. A publicação foi lançada no dia 27 de novembro, em São Paulo.

 

As pesquisas foram desenvolvidas ao longo do ano de 2019, reunindo as diversas evidências disponíveis no cenário nacional e internacional. O estudo traz um panorama completo sobre o tema no Brasil e no mundo, seus principais desafios, atores envolvidos, assim como soluções e tendências na área. Dividida em três partes, a publicação reúne percepções s para a definição das intervenções mais eficazes, capazes de gerar impacto social.

 

Relevância do trabalho para o país

 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou em 2019 que a taxa de subutilização da força de trabalho é de 25%, cerca de 28,3 milhões de pessoas; 13,4 milhões de pessoas estão a procura de emprego; 7,2 milhões de pessoas estão subocupadas, trabalhando menos horas do que gostariam. Em sua maioria, mulheres jovens entre 18 e 24 anos, com baixa escolaridade. Ou seja, o Brasil mostra uma força de trabalho em potencial que não está sendo utilizada.

 

Ao longo dos últimos anos, o cenário do emprego no Brasil tem passado por transformações importantes. Entre essas mudanças, está a crescente relevância do empreendedorismo. De acordo com a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor, em 2018, 52 milhões de brasileiros (38%) em idade produtiva estavam envolvidos com atividades empreendedoras, é o maior índice desde 2002. Em agosto de 2019, o número de trabalhadores autônomos e informais também atingiu recorde de 24,3 milhões de pessoas.

 

Publicação para o desenvolvimento nacional

 

Durante o lançamento, Vahíd Vahdat, consultor em Políticas Públicas e Tradução de Conhecimento do Veredas, que atuou diretamente na produção do material, mediou o painel "Diferentes perspectivas sobre a Inclusão Produtiva no Brasil" com nomes importantes que estão discutindo estratégias para promover a inclusão no país: Beth Callia (Formare); Carina Pimenta (Conexsus); Dj Bola (A Banca); Edoardo Trimarchi (J-Pal).

 

Para ele, a contribuição do Veredas e da Fundação Arymax são importantes para o desenvolvimento de ações concretas no Brasil. "É gratificante ver um levantamento que produzimos no Veredas sendo incorporado pela Arymax, que atua diretamente nessa área. Esse material será importante para o que eles vão fazer daqui para frente. O estudo foi muito bem recebido principalmente pela qualidade das reflexões levantadas em um tema essencial para o desenvolvimento do país", afirmou.

 

Mas afinal, o que é inclusão produtiva?

 

É a inclusão de pessoas em situação de vulnerabilidade econômica no mundo do trabalho, diminuindo sua exclusão social e aumentando a produtividade do país. Os obstáculos para promover a inclusão produtiva ainda são discutidos a partir de uma visão muito fragmentada. Antes de mais nada, é preciso entender o problema sob diversos pontos de vista e é justamente isso que a publicação aborda, apresentando possibilidades de atuação para transformar a realidade brasileira.

 

Acesse o hotsite da publicação

 

Ascom Instituto Veredas

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga

Please reload

Arquivo

  • face png