Instituto Veredas | Brasília | Brasil | 2019

  • Branca Ícone Instagram
  • Facebook - White Circle
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone LinkedIn
Please reload

Posts Recentes

Por que “Políticas informadas por evidências”?

17 Aug 2017

Hoje existe um grande abismo separando a produção de conhecimento e sua utilização pela gestão pública e pela população em geral. Infelizmente, a maior parte da produção acadêmica, técnica e científica não é aproveitada para qualificar reflexões na gestão pública ou mesmo em outros setores da sociedade.

 

Diante disso, vem ganhando espaço no Brasil e no mundo, a partir do debate sobre Tradução do Conhecimento, o conceito de “Políticas Informadas por Evidências”, o qual reúne uma série de estratégias e reflexões voltadas para o desafio de aproximar o processo de tomada de decisão na gestão pública do processo de produção de conhecimento técnico e científico. Esse conceito engloba todo esforço de qualificação de políticas públicas com base nas melhores evidências disponíveis, bem como esforços de produção de conhecimento (evidências) com o objetivo de subsidiar necessidades de políticas.

Como já discutimos anteriormente (aqui), a ideia de evidências nesse contexto deve ser encarada como informações que permitam subsidiar os tomadores de decisão no processo de planejamento e implementação de políticas. Dessa forma, a busca por evidências pode incluir tanto informações locais e contextuais, como insumos de relatórios, estudos qualitativos e quantitativos.

 

Fazer com que estas informações sejam incorporadas no processo de decisão, no entanto, não é tarefa simples. Assim, o debate sobre Políticas Informadas por Evidências procura desenvolver métodos para superar o abismo existente entre produção de conhecimento e gestão pública, ou seja, construir pontes entre esses universos. A construção dessas pontes depende de várias etapas, dentre as quais vale destacar os processos de sensibilização dos atores envolvidos e de identificação, avaliação, síntese, validação social e comunicação das melhores evidências disponíveis sobre determinados problemas de políticas. Para cada uma dessas etapas, várias estratégias vêm sendo desenvolvidas e aperfeiçoadas.

 

O Instituto Veredas, junto com uma rede de parceiros, pensa que este é um caminho fundamental para a qualificação das políticas públicas e para a garantia e ampliação dos direitos da população. Assim, esperamos promover maior articulação entre Gestão Pública, Academia e Sociedade Civil, de modo a desenvolver novas intervenções, que estejam mais conectadas com as demandas da população e mais preparadas para atendê-las.

 

Para quem quiser saber mais, sugerimos o material disponível na plataforma de Rede de Políticas Informadas por Evidências, da Organização Mundial de Saúde, com destaque para este curso online introdutório.

 

Sugerimos também os materiais disponibilizados pelo National Collaborating Centre for Methods and Tools (centro vinculado ao Ministério da Saúde do Canadá), em especial o curso introdutório Evidence-Informed Public Health (disponível apenas em inglês).

 

***

 

Davi Romão é co-fundador do Instituto Veredas. Psicólogo e mestre em Psicologia Social pela USP, é Analista de Políticas Sociais do Ministério da Justiça e Segurança Pública, onde atua como Coordenador de Pesquisa da Secretaria Nacional de Segurança Pública.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga

Please reload

Arquivo

  • face png